Um quarto de século se passou desde que a Firma Casa abriu suas portas em 1994. Na época um dos poucos showrooms existentes na Al. Gabriel Monteiro da Silva, a empresa comandada por Sonia Diniz Bernardini ganhou reconhecimento dia após dia, ficando conhecida como “o” lugar para profissionais do décor encontrarem itens diferenciados para seu projeto: este é um ponto pacífico entre os arquitetos e designers de interiores.

A curadoria e o olhar de Sonia gozam de merecido respeito entre os profissionais do mercado, graças à sua capacidade de enxergar adiante e buscar o novo – mesmo que, algumas vezes, esse “novo” demore alguns anos para ser compreendido pelo grande público. Foi graças a esse “tino” de Sonia que a Firma Casa se tornou a grande apoiadora de Fernando e Humberto Campana logo no início da carreira da dupla, antes de despontarem no cenário internacional.

A valorização do design original – e de seus criadores – sempre esteve na base da filosofia da Firma Casa. Um produto, brinca Sonia, “tem pai e mãe, e foi feito por alguém”. Essa postura – e o empenho na realização de exposições sobre design na própria loja ou no apoio a veículos que estimulassem seus leitores a pensar o design, fizeram com que a Firma Casa contribuísse de forma significativa para a formação de uma cultura de design em São Paulo, especialmente em uma época na qual pouco se falava em design no Brasil e ainda havia muito pouca informação disponível sobre o assunto.